Nome, cor, forma conceito…

Explicar o que é identidade visual não é uma tarefa difícil, a sua palavra já traz o seu significado: a identidade da empresa. Com isso, entende-se que a identidade visual é o registro da empresa, a aparência e outras características que remete ao seu serviço ou produto, porém, também se diferenciando e sendo exclusiva perante outras empresas. Entendendo o que significa a identidade visual, o que compõe ela?

Características de uma identidade

A parte mais simples e não menos importante é o logo. Uma arte com traços e cores coerentes que dá forma ao visual da empresa. Essa imagem é o desenho (corpo) do nome da instituição, responsável pela identificação facilitada da empresa após uma simples apreciação.
Elaborar um logo não é uma tarefa simples, afinal, pode-se ver que há grande responsabilidade, uma vez que ele será responsável por representar a sua empresa e terá um grande período de duração. Já imaginou uma empresa mudar frequentemente o seu logo para vários tipos de forma diferente? Com toda a certeza, essa imagem dificilmente seria consistente e reconhecida com facilidade, e a oportunidade de criar uma marca consolidada seria um fracasso.
Partindo desse princípio, o logo deve ser criado por um profissional competente, elaborando um desenho que remete aos valores e serviços/produto da empresa, com traços refinados e características únicas

Como já comentado, o logo não é a única parte que constrói a identidade da empresa. Os valores dela, que também devem ser representados no logo, é importante para que haja coerência e identificação com o público-alvo. Imagine uma empresa que oferece apenas produtos sustentáveis, porém não apresenta esse fato em seus valores, não incluí isso em seu marketing e o seu logo não apresenta isso? Com certeza essa empresa estaria perdendo um público muito vasto e que vem crescendo nos últimos anos.

Uma vez que se entende os valores, as cores também terá o seu papel fundamental. Observe, como no exemplo comentado, a empresa que oferece produtos sustentáveis. Caso a pergunta fosse: Qual a cor ideal para essa empresa? Qual a resposta que você iria apresentar? Provavelmente a resposta seja verde, isso porque é uma cor que remete a natureza e sustentabilidade, utilizada em vários organizações de combate ao desmatamento e presente em símbolos quando o assunto é relacionado.
O verde foi apenas um exemplo. Não só há cores que remetem um conceito, como também oferecem sensações. A psicologia das cores é uma das bases que os designs devem utilizar ao trabalhar com artes gráficas. Um exemplo é o vermelho, que dá a sensação de fome ou algo quente. Você já imaginou que desastre seria uma publicação de pizza com o fundo preto? Ou a divulgação de serviços de advogados com o fundo vermelho?

Traços também não fogem do tema. Observe que é muito mais convidativo acreditar que as bordas redondas trazem um acolhimento maior, uma sensação de alegria em algo seguro e inofensivo. Diferente de traços pontiagudos que oferecem uma sensação de algo desafiador ou perigoso. Para deixar a experiência melhor, observe a comparação de dois palhaços com maquiagens de traços pontiagudos e de traços arredondados.

Mesmo que o outro palhaço não esteja sorrindo, o mesmo passa uma sensação de acolhimento mais se comparado com o outro. Porém, se você tira-se os traços pontiagudos do palhaço outro palhaço (sobrancelha e lábios), o sorrio dele seria completamente inocente. Outro detalhe interessante também são as cores nessas duas fotos, que oferecem sensações diferentes.

Conclui-se, portanto, que uma identidade visual é a base de qualquer empresa, instituição, organização e afins. Composta por diversos elementos, no qual é demandado uma cautela imensa e um especialista com experiência para elaborar. Esse é um dos serviços prestado por nós, O Marqueteiro.

COMPARTILHE